07/05/2011

Doce amargura


Você é como a doçura do mais amargo beijo. Teu gosto é limpo. Único.
Ás vezes sinto vontade de você. Do teu cheiro incomum, do teu gosto tão egoísta, da tua cor centrada. Porém, há  situações  em que enjoa. Me faz mal.
Tua textura é tão simples e incomum. Lembra-me os mais gostosos desejos. Veio de longe. Veio da Índia, trazendo toda sua magia. Veio pelas mãos suadas e calejadas dos fortes cavaleiros da Guerra Santa.
Ah, faz sentido tamanha adoração. "Maçãs do Paraiso". Não encontraria palavras que a descrevesse melhor. Esse teu excesso de acidez é o que a torna tão deliciosa. Faço de ti então, minha doce amarga, mais do que uma tentação. Faço de ti, ainda mais única. Faço de ti, meu sinônimo de prazer.
Proj. Suas Palavras: Sentidos

3 comentários:

sarah evelyn disse...

seus textos sao lindos e seu blog tb,to seguindo segue de volta? http:\\teenagersmind-belllaflor.blogspot.com

Paula disse...

Nossa, adorei o jeito como você retratou a laranja. O cheiro, a textura o gosto.. ficou ótimo, muito lindo seu texto. Parabéns :D

Jaynne Santos disse...

Tão doce e ao mesmo tempo tão ácido. contradição que eterniza as palavras ardentes em brasa. Coração que grita calado!

Beijos.

Postar um comentário

Comentários