30/08/2011

Insanidade


Tem certos dias que nasceram só pra podermos vê-lo morrer. Foi em um desses dias que algo mais surpreendeu os olhos Paulo de Duda.  Talvez seja apenas o brilho de um dia cansado, mas nenhum dos dois eram capazes de perceber.

Em um dia nublado e frio entre algumas camadas de cobertores o assunto surge sem perguntar. Sem perdir permissão. Apenas surge entre os lábios secos e desidratados dos apaixonados anônimos.
- (...) Porque o amor é louco. Completamente louco.
- Como você sabe? - Disse Paulo um pouco perdido nos olhos úmidos de Duda.
- Porque eu sei do que estou falando. Simples assim.
- Você tem que parar de pensar que sabe de tudo, sabia? Isso irrita.
- O amor vem te faz sorrir como uma besta, te faz pensar até no que nunca existiu, te faz delirar e até se revoltar, depois molha seus olhos, arrepia sua pele, congela seus dedos e mesmo assim você se sente completa. Isso tem um pouco de insanidade, não tem?!
A troca de olhares foi inevitável, ambos perdidos nas palavras procurando por ações até que uma palavrar quebra o frio do silêncio.
- Partir .. - Disse receioso.
Depois de tudo que ela disso como seria capaz de tamanho desprezo pelas palavras. Foi tudo que ela pensou antes de seu rosto queimar de vergonha.
Então ele completou:
- Partir é uma palavra ainda mais insana. Pois envolve deixar e descobrir. Envolve um "antes" e um "depois". O partir pode te fazer chorar como uma besta, te faz pensar no que já existiu, te faz delirar e até se revoltar, molha seus olhos, arrepia sua pele, congela seus dedos ... Mas a coisa mais insana é que ao contrário do 'amor', o 'partir' te faz se sentir incompleta, totalmente vazia. Como se tivesse deixado 90% de um lado e prosseguisse apenas com 10%.

Pensaram. Se calaram. Se feicharam. Insanidades foram citadas. Realidades foram lembradas e após alguns goles do chocolate quente que rasgou a garganta de ambos, eles se abraçaram, se declararam um ao outro mentalmente e ele partiu. Partiu e deixou 90% com  Duda em um toque quase explosivo dos lábios, em um roçar quase mortal das linguas que se amaram e se colaram intensamente em alguns minutos. Nada mais foi dito. Nada mais foi selado. Aquilo foi o suficiente para todas as palavras imundarem o ambiente. Deixou então 90% emaranhado nos cobertores. E o mais inacreditável é que os outros 10% se perderam daquele instante. Fugiram e se esconderam nas lágrimas dela. E ele por si, partiu sem nada, partiu sem ela, partiu de corpo e deixou sua alma. Deixou-a só para ver amanhecer.

7 comentários:

Fernando Alves disse...

Nossa, que texto forte. Parabéns ... é meio complicado dizer certas coisas que muita gente pensa mas realmente ninguém fala. A insanidade do amor é assim .. tem gente que pensa que só tem fases boas .. tem gente que pensa que é realmente uma merda e tem aqueles que nunca viveram o amor e falam que daria certo pra ele porque ele saberia lidar com isso. Mas a verdade é clara e transparente. Ninguém ta preparado pro amor, por isso que tanta gente diz q ta sofrendo por ele! Se é amor não deveria te fazer sofrer e se é amor você não vai esquecer.Mas partir é mais complicado.Nunca sabemos quando vamos partir, e eu concordo com voce nessa parte.Quando vc citou "Nada mais foi dito". Porque não precisava dizer, aquele beijo simplificou tudo, explicou tudo .. Parabéns pelo texto, ele ficuo ótimo.

Juliane Bastos disse...

O amor sempre surpreende. Mas suas palavras me deixam de boca aberta Bru :O Nossa, a simples forma me encantou. *-*

Mia disse...

Ah, o amor... Como cantou Freddie Mercury em uma de suas canções: "Essa coisinha maluca chamada amor, eu simplesmente não estou pronto para isso. Essa coisa chamada amor, eu tenho de lidar com isso. Eu ainda não estou pronto, coisinha maluca chamada amor." É basicamente isso. A verdade é que ninguém está pronto, mas temos de encarar as coisas. Gostei da forma como você desenvolveu o texto, muito bem escrito dear.

http://miasodre.blogspot.com/

Mari Leal disse...

ain, chorei aqui *-* . seu blog é lindo, obrigada por ter visitado o meu. tô te seguindo se quiser seguir lá tmbém. =D

ThayShafer disse...

Eu amei o seu blog *--*
o template é LINDO e gostei doos seus textos, achei eles simplesmente incríveis, já estou te seguindo *--* me segue também ? ♥

http://thayshafer.blogspot.com/

--
Quer um lugar onde possa divulgar o seu blog ?
então junte-se a nós em nossa comunidade de Perfis de Divulgação de Blogs ♥

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=114529010

Lara Vic. disse...

Amei o texto, muito emocionante, fiquei presa a cada palavra *-*
beeeijos !

Carol disse...

Achei sue texto encantador, realmente nos deixa sem palavras. Parabéns ;)

Postar um comentário

Comentários