28/09/2011

Oficial


Bom, o sol já não estava me aquecendo o suficiente. O frio era interior, porém se espandia a cada segundo por cada centímetro da minha pele e assim, fui me tornando gélida e adquirindo uma cor pálida. Cor de inverno.
Agora era oficial: O mundo não parou pra me esperar.
Pessoas correndo, sempre velozes, rápidas e quentes a minha volta e eu ali, parada em uma certa época do tempo que eu não sei dizer ao certo qual é.
Pessoas românticas afirmariam: "Foi naquele 'adeus' que você deu com lágrimas marejando os olhos."
Pessoas sérias e  cauculistas talvez diriam: "Não pense que é só você que está com frio. Saiba que o tempo parou quando você abandonou seus sonhos."
Pois eu lhe digo, nenhuma delas está realmente correta. Talvez exista um equilíbrio entre elas, mas como posso falar em equilíbrio se eu nem o possuo?!
Minha vida estava um caos, meus sonhos se esconderam das minhas lágrimas, pois eram felizes demais para uma convivência tão monótona.
Meu mundo desceu ao chão. Minha consciência nem com os ratos se aconchegava e eu ali, misturada ao lixo luxuoso em que eu criei. Mistrurada a um lixo carente e cinza, misturada  a mim mesma.

1 comentários:

Iasmin Cruz disse...

Oi boa noite.
Vim lhe fazer uma visita e fazer um convite:
http://iasmincruz.blogspot.com/2011/09/perguntem.html

Postar um comentário

Comentários